Mais de 2.740 imigrantes morreram tentando chegar à Itália este ano

© flickr.com / Niklas-BGuarda costeira italiana resgata imigrantes à deriva no Mediterrâneo
Guarda costeira italiana resgata imigrantes à deriva no Mediterrâneo - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Um relatório da Organização Internacional para as Migrações (OIM), publicado nesta terça-feira (9), revelou que mais de 2.740 imigrantes morreram este ano no Mar Mediterrâneo tentando chegar à Itália, porta de entrada para a Europa.

O Canal da Sicília, no Mar Mediterrâneo, é conhecido por ser uma das rotas mais mortais do mundo e é um dos principais caminhos usados pelos que querem sair do norte da África em direção à Europa.

Migrantes e refugiados - Sputnik Brasil
Pesquisa: europeus receiam perder seus empregos por causa dos imigrantes
De acordo com a OIM, entre o início do ano e o último domingo (7), 263.636 imigrantes e refugiados chegaram à Europa por vias marítimas. Mais de 160 mil desembarcaram na Grécia, dos quais 383 morreram no Mediterrâneo tentando chegar ao país.

O documento revela ainda, que, apenas em julho, 24 mil imigrantes desembarcaram na Itália.

 

 

 

 

 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала