Júpiter se torna palco de rivalidade espacial entre Rússia e EUA

© NASA . X-ray: NASA/CXC/UCL/WJúpiter coberto com raios X parecidos com uma aurora boreal
Júpiter coberto com raios X parecidos com uma aurora boreal - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Rússia regressou à corrida espacial, diz um artigo do jornal digital estadunidense The Vocativ. Desta vez, o palco do combate será Júpiter.

Moscou planeja enviar dois rovers espaciais ao maior satélite de Júpiter e de todo o sistema solar chamado Ganímedes. Os EUA, por sua vez, já tinham anunciado sua intenção de explorar outro satélite de Júpiter chamado Europa. As duas missões devem ser concluídas até 2023.

"Uma das vantagens indiscutíveis de viver no ano de 2016 é o fato de que finalmente voltámos para os tempos em que quase todos os filmes de ficção cientifica eram filmados na Rússia", diz o autor do artigo, Andrew Caringi.

O Vocativ lembrou que a última vez em que a Rússia realizou uma missão interplanetária com sucesso foi no ano de 1984 a Vênus. Enquanto isso, os EUA não pararam de desenvolver este campo, enviando um laboratório móvel a Marte e Plutão.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала