Rússia cria 'capa de invisibilidade' para seus tanques

© Sputnik / Aleksandr Vilf / Abrir o banco de imagensTanque de guerra T-14 "Armata"
Tanque de guerra T-14 Armata - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A empresa russa Roselectronica apresentou um material original capaz de neutralizar os efeitos causados pelo equipamento inimigo de guerra eletrônica, informou nesta sexta (5) o jornal russo Izvestia.

Ensaio da Parada da Vitória em Moscou - Sputnik Brasil
Tanque Armata será em breve transformado em robô de combate
Os especialistas da empresa desenvolveram uma fibra de ferrite, material também conhecido como ferro alfa, uma cerâmica ferromagnética composta por vários elementos capazes de proteger os equipamentos eletrônicos de veículos blindados, módulos e mísseis teleguiados contra os efeitos causados por todos os tipos de equipamento utilizados na chamada guerra eletrônica.

As características principais deste tipo de material, desenvolvido na Rússia, são seu peso baixo, elasticidade elevada e, o que é mais importante, sua capacidade de absorver completamente o impacto das ondas geradas pelo armamento rádio eletrônico do inimigo.

"O nível de absorção de ondas eletromagnéticas [do novo material] é comparável com outros materiais, significativamente mais pesados e volumosos, usados em dispositivos de rádio e eletrônica, como o sistema de defesa contra efeitos de armas de guerra eletrônica", afirmou Igor Kozlov, diretor geral da Roselectronica.

Tanque de guerra Armata - Sputnik Brasil
Empresa militar alemã desenvolve canhão para conter Armata russo
"Nós criámos uma 'capa da invisibilidade' virtual para todos os tipos de armas de guerra russas, eficaz no campo de batalha contra a tecnologia das armas de alta precisão", explicou o gerente.

O material pode ser usado para proteger desde um celular até um módulo de defesa antiaérea e também pode ser aplicado a objetos em terra e no mar, resumiu Kozlov. O especialista também observou que, além de ser usado na área da defesa, o material pode ser usado em medicina para proteger o pessoal dos hospitais e seus pacientes.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала