Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Atentados na Europa podem ter ligações com Arábia Saudita

© REUTERS / Michaela RehleUm carro funerário deixa a área depois de uma explosão em Ansbach, perto de Nuremberg, Alemanha, 25 de julho de 2016
Um carro funerário deixa a área depois de uma explosão em Ansbach, perto de Nuremberg, Alemanha, 25 de julho de 2016 - Sputnik Brasil
Nos siga no
Os terroristas que no mês passado realizaram ataques nas cidades alemãs de Ansbach e Wurtzburgo planejaram seus ataques com ajuda de membros sauditas do Daesh (grupo terrorista,proibido na Rússia), informou a revista alemã Der Spiegel.

Em 18 de julho, o refugiado de 17 anos de idade Riaz Khan Ahmadzai, que disse ser do Afeganistão, atacou pessoas em um trem de passageiros em Wurzburgo, Baviera, usando uma faca e um machado. Ele feriu gravemente cinco pessoas gritando "allahu akbar". A investigação policial descobriu que Ahmadzai, morto pela polícia, era militante do Daesh.

Segundo a Der Spiegel, a polícia alemã encontrou mensagens eletrônicas trocadas com um dos membros sauditas do grupo terrorista. As mensagens revelaram que o método de ataque devia ser o esmagamento de uma multidão de pessoas dirigindo um carro.

Angela Merkel, chanceler da Alemanha - Sputnik Brasil
Merkel admite que Daesh pode se aproveitar do fluxo de refugiados para a Europa
Estas práticas foram aplicadas por Mohamed Lahouaiej Bouhlel, outro terrorista, em Nice na França em 14 de julho. Ele matou 84 pessoas, feriu várias centenas e depois foi eliminado pela polícia francesa.

Entretanto, Ahmadzai disse que não podia realizar o atentado dessa forma porque não tinha permissão para dirigir. Ao invés disso, ele anunciou seu plano de atacar pessoas em um trem.

O Daesh reclamou o atentado como sendo de sua autoria e divulgou um vídeo que alegadamente mostra um adolescente que jura organizar um ataque suicida na Alemanha. O vídeo publicado provocou dúvidas se Ahmadzai era um refugiado do Afeganistão, porque no vídeo ele usava palavras da variante paquistanesa do pashtun.

Em 24 de julho, o refugiado sírio de 27 anos de idade Mohammed Daleel realizou um ataque suicida com bomba em frente a um restaurante de Ansbach. Do ataque resultou na morte de Daleel e outras 12 pessoas.

Policiais de Dallas em operação depois do tiroteio de 7 de julho de 2016 - Sputnik Brasil
Daesh usa táticas diferentes na Europa e nos EUA
O Daesh também declarou que foi responsável por esse ataque e divulgou mais um vídeo em que o refugiado sírio jura sua lealdade ao grupo terrorista.

As autoridades alemãs disseram à revista que, segundo as informações que têm, a morte de Daleel não estava prevista. Ele queria abandonar um pacote com a bomba perto do restaurante.

Pouco antes do ataque, seu contanto do Daesh pediu em chat para filmar a explosão e enviar para o grupo, afirmaram as autoridades alemãs. Parece que a bomba explodiu antes de tempo, informou a Der Spiegel.

As mensagens de Daleel também revelaram que ele planejava organizar mais atentados e filmar um vídeo em que confessa ser o autor do ocorrido.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала