- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Senadores aliados de Dilma acusam presidente da Comissão do Impeachment de fazer censura

© Marcos Oliveira/Agência SenadoSenadores Lindberg Farias e Antonio Anastasia
Senadores Lindberg Farias e Antonio Anastasia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Senador Raimundo Lira, presidente da Comissão Especial de Impeachment do Senado, manda suprimir palavras de Lindbergh Farias das notas taquigráficas da sessão de votação do relatório de Antônio Anastasia.

Os Senadores Lindbergh Farias (PT-RJ), Gleisi Hoffmann (PT-PR), Fátima Bezerra (PT-RN) e Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) protestam contra atitude do presidente da Comissão Especial do Impeachment, de mandar suprimir do texto da ata certas palavras usadas pelos parlamentares aliados de Dilma Rousseff durante a sessão de votação do relatório feito por Antônio Anastasia.

Lindbergh exige que as palavras “fraude”, “fraudulento” e “golpe”, relativas ao relatório de Anastasia, sejam incluídos na ata, para que figurem na História.

Dilma Rousseff em ato popular em Aracaju - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Impeachment: Comissão do Senado vota relatório final de Anastasia

A Comissão Especial do Impeachment está reunida nesta quinta-feira (4) para votar o relatório do Senador Antônio Anastasia (PSDB), que defende que o caso da presidente afastada Dilma Rousseff seja levado a julgamento final no Plenário do Senado.

No relatório apresentado na última terça (2), Anastasia afirma que Dilma violou a Constituição ao praticar as chamadas “pedaladas fiscais” e desrespeitou o Legislativo ao editar três decretos de crédito suplementar sem autorização do Congresso. A defesa da presidenta afastada nega que tenha havido crime de responsabilidade e denuncia interesses políticos por trás do impeachment — o que implicaria, de fato, uma ruptura democrática no país caso Dilma seja definitivamente afastada.

Na quarta (3), a comissão discutiu o relatório do parlamentar tucano, e apenas cinco senadores se pronunciaram contra o parecer: Gleisi Hoffmann (PT), Lindbergh Farias (PT), Kátia Abreu (PMDB), Telmário Mota (PDT) e Vanessa Grazziotin (PC do B).

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала