- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Movimentos preparam grande ato ‘Fora Temer’ em Copacabana para esta sexta-feira

© Alexander Lazarev / Sputnik BrasilFaixa preparada pelos movimentos Frente Brasil Popular, Frente Povo Sem Medo e Frente de Esquerda para o grande ato unificado “Fora Temer!” de 5 de agosto de 2016, em Copacabana
Faixa preparada pelos movimentos Frente Brasil Popular, Frente Povo Sem Medo e Frente de Esquerda para o grande ato unificado “Fora Temer!” de 5 de agosto de 2016, em Copacabana - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os movimentos Frente Brasil Popular, Povo Sem Medo e Frente de Esquerda, com o apoio da Central Unida dos Trabalhadores (CUT), promoverão na sexta-feira (5) um grande ato unificado “Fora Temer!” na praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, informou à Sputnik a representante da Frente Brasil Popular e do Partido dos Trabalhadores (PT), Claudia Lecocq.

Segundo informou à Sputnik a representante da Frente Brasil Popular e do Partido dos Trabalhadores (PT), Claudia Lecocq, a manifestação, marcada para começar às 11h da manhã em frente ao hotel Copacabana Palace, será pautada por três grandes reivindicações, que são: “Fora Temer”, “Nenhum direito a menos” e “Contra a calamidade olímpica”. “Este são os três eixos que unificaram as frentes para este grande ato de amanhã, e para o qual estão vindo vários ônibus de todos os estados do país” – explicou a militante.

“A praia de Copacabana é um cartão postal do Rio. Nós estaremos lá mostrando para o mundo que nós queremos a garantia e o retorno dos nossos direitos – que os 54 milhões de votos que a nossa presidenta [Dilma Rousseff] teve sejam respeitados constitucionalmente e que ela retorne ao Palácio do Planalto e assuma o governo como o povo a elegeu. Esse golpe está retirando os direitos dos brasileiros e nós estamos nos sentindo num estado de excessão” – disse Claudia Lecoq.

Cercado de seguranças, o carismático gari Renato Sorriso acende o primeiro dos cinco marcos olímpicos da cidade do Rio - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Revezamento da tocha no Rio: condutor protestou contra Temer
Ela destacou, no entanto, que, apesar de o protesto contra a “Calamidade olímpica” fazer parte da pauta do ato desta sexta-feira, os movimentos responsáveis pela sua organização não são contrários à realização das Olimpíadas.

“Reconhecemos que as Olimpíadas foram um ganho para o Brasil, tendo sido, inclusive, trazidas durante o governo Lula. Nós não somos contra as Olimpíadas, nós somos contra o golpe que está sendo implementado no Brasil na mesma época em que as Olimpíadas estão sendo feitas” – concluiu a representante.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала