Oposição apoiada pelos EUA bloqueia cidade de Manbij, em Aleppo

© AFP 2022 / DELIL SOULEIMANMilitantes curdos e árabes apoiados pelos EUA avançam em Manbij, no norte da Síria, 23 de junho de 2016
Militantes curdos e árabes apoiados pelos EUA avançam em Manbij, no norte da Síria, 23 de junho de 2016 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Grupos armados da oposição síria, pertencentes ao chamado Exército Democrático da Síria e apoiados pelos EUA e pela coalizão internacional liderada por Washington, bloquearam totalmente a cidade de Manbij, na província de Aleppo, informam testemunhas.

De acordo com a agência RT, os rebeldes promovem intensos combates em bairros residenciais, o que tem resultado em um grande número de vítimas entre a população civil da cidade.

Consequências do bombardeio - Sputnik Brasil
Dezenas de civis sírios morreram depois dos ataques dos EUA
Testemunhas revelam que as ações de combate provocaram o completo bloqueio de todas as possíveis rotas para a saída de refugiados e a entrada de cargas humanitárias em Manbij. A população local não está recebendo qualquer ajuda e enfrenta uma escassez aguda de alimentos, medicamentos e outros bens essenciais.

As ações militares dos EUA e de grupos da oposição armada na Síria têm provocado muitas denúncias de vítimas civis. Na semana passada, o Comando Central das Forças Armadas dos EUA confirmou a informação de que ataques aéreos da aviação americana provocaram a morte de 14 civis na Síria e no Iraque no período entre julho de 2015 e abril de 2016.

Posição do Daesh após ataque aéreo da coalizão internacional - Sputnik Brasil
EUA começam a investigar mortes de civis em ataques da coalizão na Síria
Segundo informação do Ministério das Relações Exteriores da Síria, o último ataque aéreo da coalizão internacional contra o vilarejo de Gandur, ao norte de Manbij, matou 45 civis e deixou outros 50 feridos. Além disso, de acordo com a agência governamental SANA, ataques da coalizão em 19 de julho deste ano contra o vilarejo de Tuhan al-Kubra deixaram 300 mortos e mais de 100 feridos.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала