Atletas de remo da Rússia ficam fora dos Jogos no Rio

© FRANCISCO LEONGAtletas de remo da Rússia
Atletas de remo da Rússia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Tribunal Arbitral do Esporte (CAS) rejeitou os recursos de 17 altetas do remo da Rússia contra a decisão da Federação Internacional de Remo (FISA) sobre o seu afastamento dos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro, informou o serviço de imprensa do CAS.

De acordo com a entidade, o recurso dos remadores foi analisado na terça-feira (2). A decisão de rejeitar o pedido foi justificada pelo fato de a mesma estar de acordo com a determinação do Comitê Executivo do Comitê Olímpico Internacional (COI), que definiu o critério da ausência total de histórico de doping para a admissão dos atletas russos nos Jogos.

Halterofilista Eva Alicia Gurrola Ortiz, do México, treina no Riocentro, no Rio de Janeiro, nesta quarta-feira, 3 de agosto - Sputnik Brasil
TAS confirma exclusão de halterofilistas russos dos Jogos Olímpicos
Em 18 de julho, o comitê independente da Agência Mundial Antidoping (WADA) denunciou a existência de um esquema estatal de doping na Rússia. Diante da acusação, em 24 de julho, o COI decidiu não afastar toda a delegação da Rússia dos Jogos de 2016, mas solicitou que as federações internacionais estabelecessem uma lista dos atletas russos elegíveis e não elegíveis para a Olimpíada. Todos os atletas russos com histórico de doping não serão admitidos nos Jogos. Assim as seleções russas de natação, pentatlo, canoagem e remo ficaram desfalcadas. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала