Zhukov denuncia 'discriminação' contra atletas russos

© Sputnik / Evgueny Biyatov / Abrir o banco de imagensAleksandr Zhukov, presidente do Executivo do Comitê Olímpico da Rússia, após uma sessão em Moscou
Aleksandr Zhukov, presidente do Executivo do Comitê Olímpico da Rússia, após uma sessão em Moscou - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente do Comitê Olímpico russo (COR) Aleksandr Zhukov denunciou novamente nesta terça-feira (2) a exclusão de parte dos atletas russos dos Jogos Olímpicos do Rio como uma "discriminação".

"Em alguns casos, atletas russos ‘limpos’ foram suspensos sem justificação nem provas, só porque eles são mencionados no relatório McLaren", disse Zhukov antes de uma sessão do Comitê Olímpico Internacional (COI), do qual é membro.

"Neste caso, o que protege os direitos dos atletas limpos? Alguns atletas são mais limpos do que outros? Não é isto discriminação?", perguntou ele.

"E agora, se os atletas russos que já estão no Rio forem obrigados a partir, será uma verdadeira tragédia", acrescentou.

Jogos Olímpicos aguardam atletas russos - Sputnik Brasil
Três pessoas terão a decisão final sobre a participação de atletas russos na Rio 2016
Com base no relatório McLaren publicado em 18 de julho pela Agência Mundial Anti-Doping (WADA), que revelou um esquema estatal de doping na Rússia, o COI pediu às federações internacionais que estabelecessem uma lista dos atletas russos elegíveis e não elegíveis para os Jogos Olímpicos do Rio. Um painel do COI formado por três membros validará até sexta-feira (5) estas listas.

"Para aqueles que pediram a desqualificação coletiva da Rússia, tendo em conta os destinos partidos e as vidas partidas de atletas inocentes, eu concordo totalmente com o presidente [do COI, Thomas] Bach: cada indivíduo deve ter pelo menos uma chance para provar sua inocência", acrescentou Zhukov.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала