'Tentativas de intimidar a Rússia estão condenados à derrota desde início'

© flickr.com / AereiMilitari.orgAvião militar norte-americano B-2 Spirit equipado com bombas B61
Avião militar norte-americano B-2 Spirit equipado com bombas B61 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os EUA não conseguirão envolver a Rússia numa corrida armamentista e a Rússia tem o que pode ser usado em resposta à nova bomba nuclear modernizada, disse o vice-chefe do Comitê para Segurança e Resistência à Corrupção da Duma de Estado do parlamento russo, Dmitry Gorovtsov.

"Qualquer violação da paridade existente e do equilíbrio na área nuclear levarão ao agravamento de corrida armamentista. O nosso país reagirá, com certeza, de forma correspondente. O presidente da Rússia Vladimir Putin declarou repetidamente que [os EUA] não conseguirão envolver-nos numa plena corrida armamentista que contribuiu muito para o colapso da União Soviética. Lembramos bem as lições da História", disse.

Bomba nuclear B61-12 - Sputnik Brasil
Salve-se quem puder: EUA lançam produção de bomba nuclear modernizada
O deputado considera que ao invés de corrida armamentista é necessário restabelecer a cooperação e considerar ações conjuntas para derrotar o terrorismo. “É o que apresenta agora a ameaça maior para a segurança internacional, inclusive a dos EUA. É tempo para parar de brincar com isso e intimidar a Rússia com o poderio aumentado dos EUA e iniciar a luta contra o inimigo comum – o terrorismo, o Daesh e outros grupos terroristas”, sublinhou Gorovtsov.

Além disso o político confirmou que a Rússia terá meios para responder a essas iniciativas norte-americanas.

"Sem dúvida, responderemos a tais ações de forma adequada, como sempre. Encontraremos novos projetos eficientes que poderemos contrapor à nova bomba nuclear modernizada norte-americana. Estas tentativas de intimidar o nosso país estão condenadas ao fracasso desde o início", disse Gorovtsov.

Há que lembrar que ontem (1), a Administração Nacional de Segurança Nuclear dos EUA (NNSA em inglês) iniciou a fase preparatória de produção da bomba nuclear B61-12. A bomba B61 é a principal arma termonuclear dos EUA.  A décima segunda modificação da bomba está sendo elaborada para ser usada por caças estratégicos e aeronaves da aviação tática.

 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала