Cientistas alarmados: se continuarmos assim, os animais desaparecerão daqui a 100 anos

© AP Photo / Amy SancettaUrso polar no zoológico de Cleveland (EUA)
Urso polar no zoológico de Cleveland (EUA) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Uma equipe de cientistas de diferentes países elaborou uma lista das espécies ameaçadas e chegou a conclusões alarmantes.

Um grupo internacional de pesquisadores estudou o problema da extinção da vida selvagem no futuro e concluiu que alguns dos maiores animais do planeta poderão desaparecer até 2100 se não forem tomadas medidas drásticas.

Durante o estudo, os especialistas marcaram as espécies ameaçadas de extinção em seis continentes, examinaram a taxa de extinção de cada uma delas e observaram um resultado alarmante: cerca de 59% dos grandes carnívoros, como os tigres de Bengala, e 60% de grandes herbívoros como, por exemplo, rinocerontes brancos e gorilas-do-ocidente, poderão em breve desaparecer da face da Terra. 

Em particular, as regiões da África Subsaariana e o Sudeste Asiático, que abrigam grande parte da biodiversidade do mundo, estão particularmente em risco.

Tigre de Amur - Sputnik Brasil
China proíbe venda de alimentos derivados de animais em extinção
"Quanto mais eu observo as tendências com os maiores mamíferos terrestres do mundo, tanto mais preocupado estou por podermos perder estes animais, no momento em que a ciência está descobrindo como eles são importantes para os ecossistemas e que serviço prestam aos seres humanos ", lamenta o principal autor do estudo, o ecologista da Universidade Estatal de Oregon (EUA), William Ripple, citado pela revista Live Science. "É hora de pensar bem na sua conservação, porque a diminuição do número e locais de seu habitat está acontecendo muito rápido", acrescenta.

No entanto, esta não é uma situação inevitável. O estudo enumerou 13 passos que podem ser tomados para evitar a extinção iminente, entre os quais está a tomada de consciência da extensão do problema e o envolvimento de governos e organizações não governamentais para parar algumas atividades nocivas para as espécies ameaçadas de extinção.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала