Governo francês quer substituir radicais islâmicos em financiamento de mesquitas

© REUTERS / Eric GaillardFrench Interior Minister Bernard Cazeneuve attends a news conference on COP21 World Climate Summit security
French Interior Minister Bernard Cazeneuve attends a news conference on COP21 World Climate Summit security - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O ministro do Interior da França, Bernard Cazeneuve, anunciou nesta segunda-feira planos de estabelecer uma fundação para financiar mesquitas com o objetivo de evitar que as mesmas sejam construídas e mantidas com recursos enviados por grupos extremistas.

Esta imagem tomada de vídeo mostra dois homens, Abdel-Malik Nabil Petitjean e Adel Kermiche, que estão por trás do ataque contra a igreja na Normandia neste vídeo lançado 28 de julho de 2016 - Sputnik Brasil
Comunidade muçulmana se recusa a sepultar assassino de clérigo
Em geral, a França proíbe o financiamento estatal de instituições religiosas. No entanto, o primeiro-ministro Manuel Valls disse há alguns dias que o governo precisa se esforçar para cortar o financiamento estrangeiro das mesquitas no país. Segundo ele, 20 templos islâmicos precisaram ser fechados nos últimos meses na França devido a suspeitas de ligação com o radicalismos. 

"Existe um trabalho técnico que é difícil. Nós estamos trabalhando com consistência, e esse trabalho me permitirá fazer propostas adicionais ao primeiro-ministro neste verão para que possamos propor um sistema geral coerente no mês de outubro", disse Cazeneuve após um encontro com o chefe do Conselho Muçulmano francês, Anouar Kbibech, de acordo com o Le Monde.

Kbibech, por sua vez, propôs que a fundação seja financiada através de taxas pagas por produtores e distribuidores de alimentos típicos dos muçulmanos.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала