Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Delegação do grupo radical Talibã visita Pequim para pedir ajuda à China

Nos siga no
Uma delegação do grupo radical Talibã visitou a China a convite das autoridades chinesas para discutir a situação no Afeganistão, comunica a agência Reuters.

Aviões F-18E Super Hornets da Força Aérea dos EUA voando sobre o norte do Iraque, 23 de setembro 2014 - Sputnik Brasil
Força Aérea dos EUA bombardeia Talibã apesar de sua 'missão não-combatente'
A delegação, encabeçada por Abbas Stanikzai, chefe do grupo no Catar, esteve em Pequim entre 18 e 22 de julho. 

"Temos boas relações com vários países do mundo. A China é um deles", comunica a fonte, citado pela agência Reuters

A fonte acrescentou que Talibã (proibido na Rússia) quer que as autoridades da China prestem ajuda devido à "ocupação" de Afeganistão por forças estrangeiras e levantem estas questões nos fóruns mundiais. 

A China faz parte do grupo de países-mediadores (EUA, Paquistão, China) que tentam reestabelecer o processo de negociações de paz entre os radicais do Talibã e o governo do país. As tentativas de negociações não têm tido sucesso. A situação se agravou especialmente após o líder talibã Akhtar Mansoor ter sido liquidado por drone não tripulado norte-americano durante um ataque aéreo em março.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала