Senado russo declara que os EUA tentam criar novo cenário da guerra na Síria

© AFP 2022 / USMCFuzileiros navais norte-americanos em al-Qaim, perto da fronteira síria, oeste do Iraque
Fuzileiros navais norte-americanos em al-Qaim, perto da fronteira síria, oeste do Iraque - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A intenção dos Estados Unidos de expandir sua zona de operações no sul da Síria está diretamente ligada à operação humanitária na cidade de Aleppo, comentou ao jornal Izvestia, primeiro vice-presidente do Comitê internacional do Senado, Vladimir Dzhabaro.

Recentemente, foi informado que a Rússia e o governo sírio lançaram operação conjunta de ajuda humanitária de larga escala em Aleppo, onde foram estabelecidos três corredores para civis e um para militantes que estão se rendendo, segundo o ministro da Defesa da Rússia, Sergei Shoigu.

Militares descargam ajuda humanitária do caminhão em uma rua da cidade de Kessab, na província síria de Latakia - Sputnik Brasil
Rússia e Síria lançam operação humanitária de grande escala em Aleppo
Senador Dzhabarov declarou que, inicialmente, o exército sírio planejava “limpar” a cidade de Aleppo. Posteriormente, a Síria chegou a um acordo com a Rússia para organização de corredores humanitários no intuito de evitar a morte de civis inocentes ou que não desejam participar na luta.

"Aparentemente, os norte-americanos têm medo de ficar para trás e tentam se mostrar como uma das principais forças no conflito sírio. Além disso, tentam cumprir seu principal objetivo de derrubar o regime de Assad. É por isso que os Estados Unidos estão tentando criar um novo cenário da guerra [na Síria], para dominá-la”, Dzhabarov explicou em entrevista ao Izvestia.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала