Polônia vai remover todos os memoriais de guerra soviéticos do país

© AP Photo / Czarek SokolowskiMonumento a soldados do Exército Vermelho em Varsóvia, Polônia
Monumento a soldados do Exército Vermelho em Varsóvia, Polônia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O governo polonês planeja gastar cerca de 1,5 milhões de zlotis (cerca de U$$ 377.000) para remover memoriais de guerra soviéticos no país, segundo anunciou o partido governante Lei e Justiça (PiS) nesta quarta-feira (27).

O veículo blindado norte-americano Stryker na Polônia, no âmbito dos exercícios militares dos EUA e OTAN Dragoon Ride - Sputnik Brasil
Polônia receberá até 10 mil soldados da OTAN, afirma chanceler polonês
A nação da Europa Oriental tem uma lei que proíbe o que considera ser propaganda de regimes totalitários, lista na qual inclui o comunismo. Agora, porém, a legislação será aplicada aos monumentos de guerra erguidos em comemoração à vitória do Exército Vermelho contra os nazistas.

"Senadores do PiS querem alterar a lei anticomunista para incluir memoriais do Exército Vermelho. A lei de 1º de abril de 2016 que proíbe propaganda do comunismo e de outros regimes totalitários – em nomes de edifícios, locais, ruas e outros lugares públicos – está prestes a ser mudada", diz a declaração do partido.

Vladimir Putin em seu discurso de Ano Novo - Sputnik Brasil
Putin diz ainda gostar das ideias comunistas e socialistas
As alterações, que deverão entrar em vigor em setembro, estipulam a alocação de 1,5 milhão de zlotis para o projeto.

Existem 229 memoriais soviéticos na Polônia. O Instituto da Memória Nacional, um órgão afiliado ao governo, disse anteriormente que queria transportar todos os memoriais para um museu ao ar livre.


Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала