EUA exigem que rebeldes 'moderados' investiguem decapitação de criança na Síria

© SputnikDepartamento de Estado dos EUA.
Departamento de Estado dos EUA. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os EUA instaram a facção da oposição Nour al-Din al-Zenki na Síria a conduzir uma investigação transparente sobre a decapitação de uma criança na região, segundo informou à Sputnik um funcionário do Departamento de Estado norte-americano nesta sexta-feira (22).

Federica Mogherini - Sputnik Brasil
Chefe da diplomacia da UE pede cooperação militar entre Rússia e EUA na Síria
"Nós incentivamos o al-Zinki [sic] a investigar o incidente e esperamos que todas as partes cumpram as suas obrigações no âmbito do direito dos conflitos armados", afirmou o oficial. "Notamos que o al-Zinki disse que vai investigar esse incidente, e esperamos que eles o façam exaustivamente e de forma transparente".

O funcionário também declarou que os EUA não apoiar os grupos da oposição síria que toleram tais atos de barbárie.

"Nós condenamos fortemente o que parece ser o brutal assassinato de um menor [por parte do al-Zenki]", disse ainda a fonte diplomática. "Nós não apoiamos grupos que toleram esse tipo de barbaridade, ponto", acrescentou.

Na terça-feira (19), o porta-voz do Departamento de Estado Mark Toner disse que os EUA iriam reconsiderar o fornecimento de ajuda aos rebeldes “moderados” do al-Zenki se os relatórios confirmarem que membros da facção síria decapitaram uma criança no país.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала