- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Engenheiro espanhol ligou sua cidade à Internet... e depois toda a região

© flickr.com / OuiShareUsuários da rede mesh espanhola Guifi.net
Usuários da rede mesh espanhola Guifi.net - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A cidade de Gurb está situada 75 quilômetros para norte de Barcelona. É uma povoação que não se destaca, além de ser o local da origem do projeto Guifi.net. Hoje esta é a maior rede no mundo que se desenvolve em uma base voluntária.

O Guifi existe porque um dos habitantes da cidade de Gurb cansou de esperar que o monopolista local ligasse esta cidade à Internet. Inicialmente, Ramon Roca, um engenheiro local, queria resolver o problema apenas para si mesmo. Mas depois ele decidiu ajudar seus vizinhos e instalou para eles a rede Wi-Fi. Em seguida, ele ligou à Internet os vizinhos de vizinhos e, passado algum tempo, todos os moradores da povoação começaram pedindo acesso à Internet e o projeto cresceu de uma rede Wi-Fi para mais de 30.000 redes interconectadas. O Guifi tem sido desenvolvido há 13 anos e hoje abrange uma das regiões espanholas.

O projeto é interessante não só porque foi fundado pelo um só participante. O fato mais interessante é que na rede Guifi a hierarquia não existe: não há provedores que precisem ser pagos por seus serviços, e não há intervenção governamental, que pode bloquear o acesso à informação. Estas são as principais vantagens desta rede. Ligando à rede, cada computador se torna destinatário da informação, bem como provedor de serviços de Internet para outros participantes – é como a rede mesh opera sem hierarquia.

Será que a experiência espanhola pode ajudar o Brasil em fornecer acesso à Internet à população de regiões isoladas? Este problema é bastante sério para as autoridades brasileiras. De acordo com o Ministério das Comunicações, o programa nacional “Brasil inteligente” prevê garantir o acesso à banda larga de alta velocidade para 95% da população e aumentar de 53% para 70% o número de municípios cobertos com redes de fibras ópticas até 2018.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала