A moda mudou: agora é legal desprezar o Pokémon GO

Nos siga noTelegram
O jogo da realidade aumentada criou uma tendência, que literalmente dividiu a opinião pública em relação a ele.

O número de jogadores do Pokémon GO cresce dia após dia em vários países do mundo (agora na lista há 27 países). Em pouco mais de uma semana, a opinião pública sobre o jogo parece ter mudado de entusiasmo e curiosidade para raiva e desprezo. Nas redes sociais maduram os germes da luta em prol e contra o jogo:

Pokémon GO: Vai e desfruta a vida em vez de caçar Pokémones!

No entanto, o jogo já ganhou um número de aficionados bastante grande para o defenderem de tal ceticismo social:

​Além disso, várias organizações e empresas utilizam esta tendência para seus próprios fins, citando o jogo fora de propósito:

​Até as presidenciais norte-americanas tentam tirar dividendos do jogo, mostrando que estão a par das novidades:

O écran inicial do Pokémon GO saúda os jogadores mostrando um aviso de estar alerta quando jogam nas ruas, mas ninguém vai se preocupar com tais advertências quando há um Pikachu por perto:

​Dont #Pokemon and drive sign! on higway #PokemonGO #Pikachu pic.twitter.com/Mztwpb3Raq

 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала