Chanceler da Letônia: reunião de parlamentares europeus com Assad é 'inaceitável'

© Sputnik / Serviço de imprensa do presidente da Síria Bashar Assad / Abrir o banco de imagensO presidente da Síria, Bashar Assad, dá entrevista ao diretor da agência internacional de notícias Rossiya Segodnya, Dmitry Kiselev, 30 de março de 2016
O presidente da Síria, Bashar Assad, dá entrevista ao diretor da agência internacional de notícias Rossiya Segodnya, Dmitry Kiselev, 30 de março de 2016 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O ministro das Relações Exteriores da Letônia, Edgars Rinkevics, declarou nesta quarta-feira (13) que é inadmissível que os parlamentares europeus se reúnam com o presidente da Síria, Bashar Assad.

Bashar Assad chega à linha de frente perto de Damasco - Sputnik Brasil
Bashar Assad chega à linha de frente perto de Damasco
“Este encontro contradiz a política comum da União Europeia que impôs sanções contra o regime de Assad, é uma ação inaceitável e deve submeter-se à crítica”, disse. 

No fim de semana passado uma delegação de parlamentares europeus, compota por Javier Couso Permnuy (Espanha), Tatjana Zdanoka (Letônia) e Yana Toom (Estônia), visitou a Síria.

Durante a visita os deputados do Parlamento Europeu tiveram uma reunião com o presidente da Síria, Bashar Assad, e trataram de assuntos como o conflito sírio, terrorismo e a crise migratória. 

"Os problemas que a Europa enfrenta, começando com o terrorismo e acaba com a onda de refugiados, são o resultado do curso errado de certos líderes ocidentais (…) que apoiaram e protegem politicamente grupos terroristas na Síria", disse Assad durante a reunião em Damasco com a delegação chefiada pelo deputado Javier Couso. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала