ONU condena expansão de assentamentos israelenses

© AP Photo / Ali Al-SaadiBan Ki-moon, secretário-geral das Nações Unidas
Ban Ki-moon, secretário-geral das Nações Unidas - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-Moon, criticou duramente a decisão de Israel de expandir a construção de assentamentos na Cisjordânia e em Jerusalém, segundo informou o porta-voz da secretaria geral da ONU, Stephane Dujarric.

Assembleia Geral da ONU - Sputnik Brasil
Israel ganha cadeira em comitê da ONU pela primeira vez
De acordo com Dujarric, o líder das Nações Unidas estaria "profundamente desapontado" com o anúncio feito por Tel Aviv dias depois da publicação de uma declaração do quarteto diplomático do Oriente Médio (EUA, UE, Rússia e ONU) que pedia a Israel para justamente suspender essas construções. 

"Isso levanta questionamentos legítimos sobre as intenções de Israel no longo prazo, que são agravados por declarações de ministros israelenses pedindo a anexação da Cisjordânia". 

Segundo Ban Ki-Moon, os assentamentos israelenses são ilegais do ponto de vista do direito internacional, e o governo deveria rever suas decisões em nome da paz e de um acordo final justo com a Palestina. 

Israel aprovou um plano para construir 560 casas na localidade de Maale Adumim, na Cisjordânia, e outras 240 unidades em Jerusalém Oriental, ocupada pelos israelenses e reivindicada pelos palestinos. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала