Custo da independência: EUA devem entender escolha da Crimeia

Nos siga noTelegram
O presidente do Comitê de Relações Exteriores da Duma de Estado da Rússia, Aleksei Pushkov, pediu ao povo norte-americano no Dia da Independência dos EUA que entenda a decisão dos habitantes da Crimeia de aderirem à Rússia.

"Desejo aos EUA no seu Dia da Independência e da separação da Inglaterra que entendam o povo da Crimeia, que ganhou a independência através da reunificação com a Rússia", escreveu Pushkov no seu Twitter na segunda-feira.

Cidade de Sevastopol na Crimeia - Sputnik Brasil
EUA: Sanções antirrussas permanecerão até a ‘devolução da Crimeia’ à Ucrânia
O Dia da Independência é a principal festa nacional dos EUA, comemorado em honra da Declaração da Independência. No dia 4 de julho de 1776, os representantes de 13 estados assinaram o acordo que previa a independência dos EUA da Inglaterra e o reconhecimento da sua soberania.

A Crimeia voltou a ser parte da Rússia após celebrar em março de 2014 um referendo em que a maioria esmagadora dos eleitores, mais de 96 por cento, atestaram esta opção. Os países ocidentais não reconheceram os resultados do referendo e introduziram sanções contra a região.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала