Candidata à presidência da Estônia quer reconciliar Rússia com EUA

© Sputnik / Sergei Guneev / Abrir o banco de imagensOs líderes da Rússia e dos EUA, Vladimir Putin e Barack Obama
Os líderes da Rússia e dos EUA, Vladimir Putin e Barack Obama - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Estônia podia realizar um encontro entre os líderes da Rússia e dos EUA, acredita Mailis Reps, a candidata do Partido Centrista, citada pela agência ERR.

Segundo a opinião da política, "os países pequenos desempenham sempre um papel importante de pacificadores na diplomacia mundial" e é por isso que a Estônia tem a possibilidade de abrir uma nova página nas relações internacionais de hoje.

"Na capacidade de chefe de Estado farei tudo para convidar à Estônia a reunir os presidentes da Rússia e dos EUA no sentido de abrir uma nova página nas relações internacionais", disse Reps.

Tallinn, capital da Estônia - Sputnik Brasil
UE pode ficar reduzida a 10 países, afirma candidato à presidência da Estônia
A política lembrou certos exemplos da história quando pequenos países operaram como mediadores em processos de entendimento entre grandes potências, nomeadamente, ela lembrou a reunião do líder da URSS Mikhail Gorbachev com o presidente dos EUA Ronald Reagan na cidade de Reiquiavique, em 1986, e a reunião na Suíça.

Mailis Reps também acrescentou que tem a intenção de melhorar as relações com a Rússia.

"Não precisamos de dirigentes do Estado que votam contra o vizinho oriental, mas sim de líderes, cujo objetivo seja a recuperação e manutenção da boa vizinhança", disse ela citada pela ERR.

Além disso, Reps enumerou várias vantagens de se ter relações amigáveis com a Rússia, em particular ela considerou como elevadas as possibilidades que dá o mercado russo para os produtos da Estônia.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала