Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Just business? Produtor de cimento francês financiou Daesh

© AFP 2021 / MARWAN IBRAHIMBandeira do grupo Daesh (Estado Islâmico) e fumaça ao fundo
Bandeira do grupo Daesh (Estado Islâmico) e fumaça ao fundo - Sputnik Brasil
Nos siga no
A empresa industrial francesa Lafarge financiou indiretamente o Daesh durante um ano para manter a sua produção de cimento na Síria, comunica o jornal francês Le Monde.

Desde a primavera de 2013 até o verão de 2014 a administração da fábrica de cimento Jalabiya, situada na região nordeste da Síria, pagou dinheiro aos militantes do Daesh, que tinham ocupado as áreas vizinhas, para preservar a produção da fábrica.

As forças militares do Iraque preperam a missão de reconquista da cidade de Fallujah - Sputnik Brasil
Derrotas militares no Oriente Médio obrigam Daesh a se focar na Europa
O jornal francês acrescenta que o produtor pagou aos terroristas para os trabalhadores poderem entrar e sair do território da fábrica.

Para conseguir produzir o cimento, Lafarge recorreu também a "intermediários e pessoas que comercializavam o petróleo refinado pelo Daesh contra o pagamento de uma licença e de impostos", comunica o jornal.

A empresa Lafarge tinha adquirido a fábrica de cimento Jalabiya em 2007 e tinha investido cerca de 600 milhões de euros (679 milhões de dólares) para renová-la. A fábrica, que começou a operar em 2010, foi fechada em 2014, após o avanço do  Daesh.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала