Guarda Revolucionária do Irã prevê rebelião popular no Bahrein

© East News / Hasan JamaliPolícia do Bahrein
Polícia do Bahrein - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Guarda Revolucionária do Irã condenou nesta terça-feira (21) a decisão do Bahrein de revogar a cidadania do líder espiritual de sua maioria xiita, Aiatolá Isa Qassim, advertindo que a medida vai incentivar uma rebelião no país.

Membros do movimento Hezbollah - Sputnik Brasil
Bahrein aprova declaração de guerra contra Hezbollah
"Não há dúvida de que a decisão imprudente dos Al Khalifa (família real governante do Bahrein) contra o principal clérigo xiita fomentaria a chama de um movimento de revolução islâmica no Bahrein e formará uma rebelião devastadora contra os governantes dependentes deste país", disse o Exército dos Guardiões da Revolução Islâmica em um comunicado publicado pela agência de notícias Fars.

O Ministério do Interior acusou Isa Qassim de usar sua posição de aiatolá para "servir a interesses estrangeiros" e promover "sectarismo e violência". O líder religioso apoiou protestos liderados pela maioria xiita da população em favor de maiores direitos civis e políticos no Bahrein.


Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала