Polícia descobre escravos ucranianos em fábrica ilegal de tabaco na Polônia

Nos siga noTelegram
A polícia da Polônia fechou duas fábricas ilegais de tabaco em Koshtovets e Zielona Gora, uma das quais operava escravos ucranianos, segundo relata a RT nesta terça-feira (21).

Bandeira russa - Sputnik Brasil
Ministro da Defesa da Polônia declara Rússia como a maior ameaça do mundo
As autoridades começaram a investigar os acontecimentos após obter informações sobre um grupo criminoso que recrutava pessoas da Ucrânia e as forçava ao trabalho escravo. 

Em um dos casos, os criminosos e alugaram e reformaram um armazém para realizar suas atividades ilegais. O lugar juntava as áreas de trabalho e de residência dos empregados e impunha condições muito severas à sobrevivência devido às altas temperaturas e ao excesso de poeira.

No total, as duas fábricas produziram mais de oito toneladas de rapé e cinco milhões de cigarros, totalizando um dano estimado de cerca de 130 milhões de dólares.

Apenas em Varsóvia, este ano as autoridades polonesas há detiveram 60 cidadãos ucranianos trabalhando ilegalmente como escravos.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала