Educação universitária leva a maior risco de tumor cerebral

© AP Photo / Lynne SladkyUm cientista estudando cérebro humano. Foto de arquivo
Um cientista estudando cérebro humano. Foto de arquivo - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Pessoas com formação de nível superior são mais propensas a desenvolver tumores cerebrais do que as que têm menor nível de instrução, de acordo com um estudo de um instituto de investigação sueco.

Os resultados da pesquisa, realizada pelo Instituto Karolinska de Estocolmo e pelo Colégio Universitário de Londres, foram publicados, na segunda-feira (20),
no Jornal de Epidemiologia e Saúde Comunitária.

Pílula do câncer - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Pílula do câncer: um tumor alojado na Saúde Pública
Eles mostraram que as pessoas que foram para universidade durante pelo menos três anos enfrentaram um risco significativamente maior de desenvolver um tumor maligno chamado glioma do que aqueles que têm apenas o ensino fundamental.

Em geral, os investigadores estabeleceram uma ligação entre a posição socioeconômica mais elevada e um risco maior de sofrer de glioma, embora nenhuma razão definitiva para isso fosse dada.

"O registro incompleto e a parcialidade na detecção do câncer (Completeness of cancer registration and detection bias)  são potenciais explicações para a descoberta", sugerem os investigadores.

O estudo foi realizado entre 4,3 milhões de suecos nascidos em 1911-1961 e de 1993 a 2010. As pessoas de alta renda e aqueles que ocupam cargos mais qualificados também foram mais propensos a ser diagnosticado com um tumor do que as pessoas de baixa renda.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала