Croácia dissolve Parlamento após voto de censura contra primeiro-ministro da direita

Nos siga noTelegram
O Parlamento croata foi dissolvido nesta segunda-feira (20) com o voto da maioria dos partidos representados, abrindo o caminho para eleições antecipadas que poderiam ser realizadas em setembro.

Uma fã de futebol croata tem uma tatuagem com as cores nacionais, Viena, em 07 de junho de 2008 - Sputnik Brasil
Seios das croatas fazem parlamento croata afastar premiê
No total, foram 173 votos a favor e dois contra, além de uma abstenção.

Na sexta-feira (17), o Parlamento croata aprovou uma moção de censura (ou moção de desconfiança) contra o primeiro-ministro, o tecnocrata independente Tihomir Oreskovic, apresentada pelo partido conservador HDZ (União Democrática Croata). 

O presidente da casa legislativa, Zeljko Reiner, confirmou que a dissolução do Parlamento "entrará em vigor em 15 de julho", e que depois disso as eleições devem ser realizadas em um prazo de 60 dias.


Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала