Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Ucrânia protesta contra elogio do secretário-geral da ONU à Rússia

© Sputnik / Sergei GuneevVladimir Putin e Ban Ki-moon
Vladimir Putin e Ban Ki-moon - Sputnik Brasil
Nos siga no
ONU recebeu uma carta da delegação ucraniana, relacionada às declarações do secretário-geral das Nações Unidas sobre o papel da Rússia na normalização de crises mundiais e da situação em Donbass.

Ministro das Relações Exteriores da Rússia Sergei Lavrov e secretário-geral da ONU Ban Ki-moon - Sputnik Brasil
Lavrov e secretário-geral da ONU pedem novos esforços na regulação da crise síria
Nesta quinta-feira, o representante permanente da Ucrânia junto à ONU, Volodymyr Yelchenko, chamou a atenção para o pronunciamento de Ban Ki-moon durante a abertura do Fórum Econômico Internacional de São Petersburgo e manifestou seu repúdio ao fato do secretário-geral ter destacado o importante papel da Rússia para a normalização de questões internacionais, inclusive para o fim dos conflitos na Ucrânia e na Síria.

Yelchenko classificou de inadmissível o elogio ao papel de Moscou, pois a Rússia, supostamente, seria “o personagem principal na agressão contra a Ucrânia”. O diplomata disse estar preparando uma nota de protesto, bem como informou da sua intenção de se reunir pessoalmente como o secretário-geral para cobrar explicações.

O texto do pronunciamento de Ban Ki-moon, ao qual se referiu o representante permanente da Ucrânia, foi divulgado pela assessoria de imprensa da ONU. Algumas horas depois da sua divulgação, porém, uma versão atualizada do pronunciamento foi publicada. 

“A Rússia, como membro fundador da ONU e membro permanente do Conselho de Segurança, desempenha um papel extremamente importante e eu, com toda seriedade, conto com a liderança da Rússia”, informou a nova redação do discurso do secretário-geral. 

Ban Ki-moon, secretário geral da ONU - Sputnik Brasil
Putin entrega Ordem da Amizade ao Secretário-Geral da ONU
Segundo explicou à agência Sputnik o porta-voz do secretário-geral, Stéphane Dujarric, a primeira versão do discurso correspondia ao documento preparado para o pronunciamento. “Durante o seu discurso, ele (Ban Ki-moon) alterou algumas partes. Portanto, a segunda versão divulgada corresponde ao que ele falou de fato”, disse Dujarric.  

O porta-voz do secretário-geral confirmou ter recebido a carta da missão ucraniana na ONU. “Será respondida”, afirmou Dujarric. 

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала