Fiel na alegria e na tristeza: mulher do terrorista de Orlando teria sido sua cúmplice?

© REUTERS / Jim YoungVigília em homenagem às vítimas do tiroteio no boate gay em Orlando, Flórida, 13 de junho de 2016.
Vigília em homenagem às vítimas do tiroteio no boate gay em Orlando, Flórida, 13 de junho de 2016. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A esposa do terrorista de Orlando sabia das intenções do seu marido Omar Mateen de realizar o atentado, informa o canal televisivo norte-americano Fox News, citando fontes no FBI (Agência Federal de Investigação dos EUA).

Segundo os materiais da mídia, as autoridades convocaram o grande júri que deve decidir se vai ou não apresentar acusações à esposa do terrorista.

​O NBC comunica que a mulher, Noor Salman, estava presente quando o seu marido comprou os cartuchos e o estojo da pistola.

Castelo da Cinderella - Walt Disney World - Sputnik Brasil
Terrorista de Orlando pensou em atacar a Disneylândia
Antes foi divulgado que Noor Salman ia junto com o marido à boate gay onde ocorreu o atentado e à Disneylândia, parque que foi considerado como um possível local de atentado. 

Na madrugada de domingo, um homem abriu fogo em uma boate gay, em Orlando, provocando 50 mortes e deixado outras 53 pessoas feridas.  O massacre começou às 2h e terminou às 5h locais, com a morte de Omar Mateen, o atirador de origem afegã. Ele fez reféns por cerca de três horas até que a polícia decidiu entrar no local e o matou durante uma troca de tiros. O incidente fez o maior número das vítimas de tal tipo de crime na história dos EUA.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала