Ameaças no Facebook levam a prisão na vida real

Nos siga noTelegram
Um homem vai passar três meses na prisão depois de ter ameaçado de morte o premiê do país báltico na rede social Facebook.

A decisão foi lavrada pelo tribunal da capital da Estônia, Tallin, condenando Martin Kattai (33) a dois anos de reclusão, dos quais 3 meses em prisão efetiva.

Miss Turquia 2006 Merve Buyuksarac - Sputnik Brasil
Miss Turquia é processada por se rir de Erdogan

"De acordo com a decisão da justiça, Kattai foi condenado a dois anos de privação de liberdade, dos quais 3 meses passará na prisão. O resto do período ele passará em pena suspensa", diz o comunicado de imprensa da corte.

O jovem foi acusado pela Procuradoria da Estônia por ter postado várias vezes no seu perfil no Facebook ameaças de morte em relação ao premiê do país, Taavi Rõivas. De acordo com as autoridades, Kattai coletou e divulgou informações sobre o local de residência do político, além de discutir táticas de seus guarda-costas e armas que estes possuem.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала