EUA: trazer oposição síria de volta à mesa de negociações será difícil

© CSPAN (Screenshot)Representante oficial do Departamento de Estado dos EUA, Mark Toner
Representante oficial do Departamento de Estado dos EUA, Mark Toner - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Departamento de Estado norte-americano considera que será um processo difícil o retorno da oposição síria às negociações com o governo do país.

O representante oficial do Departamento de Estado, Mark Toner, no entanto, manifestou esperança de que as partes envolvidas no conflito sírio consigam iniciar um processo político de resolução do conflito em 1° de agosto.   

Distrito de Saif al-Dawla, em Aleppo, Síria - Sputnik Brasil
EUA apresentam propostas à Rússia para reforço do cessar-fogo na Síria
“Com estas condições será difícil com que a oposição retorne a Genebra”, disse Toner em entrevista coletiva, acrescentando que os EUA ainda não veem progresso em relação a esta questão. 

Ele explicou que, sob as condições difíceis que se apresentam atualmente, continua a violação da trégua na Síria entre as tropas governamentais e as forças da oposição.

Sobre a reunião de 1° de agosto, o porta-voz afirmou que não é uma "data final definitiva", mas a "data final pela qual devemos nos orientar”, como geralmente é feito em todas essas situações.

"Tivemos uma data final semelhante nas negociações com o Irã. Isto motiva as partes a fazer progressos", disse Toner.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала