Erdogan explica porque Obama e Putin o desapontaram

© AP Photo / Burhan OzbiliciRecep Tayyip Erdogan
Recep Tayyip Erdogan - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente turco Recep Tayyip Erdogan contou aos jornalistas que está desapontado com as tentativas fracassadas de estabelecer "relações exemplares" com Barack Obama e Vladimir Putin, informou o Hurriyet Daily News.

Segundo o presidente turco, ele tinha muitas esperanças no presidente americano, mas infelizmente elas não se concretizaram.

"Por exemplo, na esfera econômica as nossas relações se deterioraram e não melhoraram. As nossas esperanças da política internacional também não se concretizaram", notou.

Uma das razões foi o fato de os EUA e a Turquia não terem conseguido atuar em conjunto na Síria e no Iraque. O problema mais agudo continua sendo o apoio de Washington às milícias do YPD (Unidades de Proteção Popular curdas) – um grupo militar de curdos sírios que combatem os terroristas do Daesh (grupo proibido na Rússia), mas que Ancara consideram também como terrorista.

Presidente turco Recep Tayyip Erdogan na Conferência Climática em Paris, 30 de novembro de 2015 - Sputnik Brasil
Mídia explica porque Erdogan não quer pedir desulpas à Rússia
De acordo com Erdogan, os cidadãos turcos ficaram "consternados" com as imagens que mostram militares americanos ao lado das milícias de YPD.

O presidente da Turquia informou também que a outra razão é a posição da Rússia ao conflito sírio.

"A nossa amizade com o senhor Putin elevou os nossos interesses conjunto a um nível muito alto," declarou, notando que a situação mudou seriamente após Ancara ter abatido um avião militar russo Su-24 em novembro de 2015.

Segundo as palavras de Recep Tayyip Erdogan, o volume de trocas comerciais entre a Rússia e Turquia era maior do que com os EUA e as autoridades turcas pretendiam atingir a meta em 100 milhões de dólares anuais.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала