Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Casos mais conhecidos de assassinatos em massa dos EUA

© AFP 2021 / Andrew Caballero-ReynoldsPolicial em Baltimore em 29 de abril de 2015
Policial em Baltimore em 29 de abril de 2015 - Sputnik Brasil
Nos siga no
Nos últimos anos aparecem cada vez mais informações sobre tiroteios em cidades dos EUA. A Sputnik lembra os casos mais terríveis.

As armas são usadas em lugares diferentes – de estacionamentos de carros, centros comerciais, escolas, hospitais e mesmo em igrejas.

A Sputnik recorda os casos mais conhecidos dos últimos 1,5 anos.

2016 

Presidente dos EUA Barack Obama. - Sputnik Brasil
Obama ordena investigar tiroteio mortífero em Orlando
O último foi em 12 de junho, no clube gay Pulse da cidade de Orlando, quando um homem armado abriu fogo contra os presentes, o que provocou a morte de 50 pessoas e ferimentos em pelo menos 53. A polícia informou que o assassino foi morto, mas ainda não há dados certos se ele foi atingido pela Polícia ou se matou. De acordo com testemunhas oculares, no momento estavam no clube cerca de 100 pessoas.

Richmond, Virginia - Sputnik Brasil
Atirador causa caos na Virgínia, nos EUA
Em 28 de fevereiro em uma das igrejas do estado de Ohio ocorreu outro tiroteio, matando um padre protestante, William Schooler, de 70 anos. No momento estavam na igreja cerca de 20 pessoas. O atirador foi o próprio irmão do padre.

Em 7 de fevereiro, em um dos clubes de Orlando ouviram-se tiros, que acabaram por matar duas pessoas e ferir outras nove. Um dia antes, no mesmo estado da Flórida, em outro clube também houve um tiroteio, matando um e deixando sete feridos.

2015 

Denver Colorado - Sputnik Brasil
Polícia confirma uma morte após tiroteio em Denver, EUA
Em 2 de dezembro na cidade San-Bernardino (estado da Califórnia) um desconhecido atirou contra o centro comunitário Inland, que ajuda pessoas com deficiências mentais. Como resultado, 14 pessoas foram mortas e outras 17 – feridas. O atirador foi morto a tiro pela polícia. Uns dias antes, em 27 de novembro, em Colorado Springs (estado de Colorado) um homem abriu fogo em um centro de planejamento familiar. O tiroteio, que durou quatro horas, deixou três vítimas mortais e nove feridos.

​Em 23 de novembro na cidade de Nova Orleans (Luisiana) dois desconhecidos levaram a cabo um tiroteio perto de parque Bunny Friend, onde 500 pessoas estavam participando de filmagens de um vídeo musical. O incidente aconteceu após a festa de fim das filmagens, quando as pessoas estavam deixando o território do parque. Pelo menos 16 foram hospitalizadas.

Agentes do FBI - Sputnik Brasil
FBI: tiroteio na Califórnia é visto como potencial ato de terrorismo
Em 6 de novembro, um desconhecido abriu fogo contra pedestres na cidade de Plainfield (Nova Jersey) matando uma pessoa e ferindo uma criança de seis anos. O atacante conseguiu escapar.

Outra tragédia aconteceu em um colégio da cidade de Rosenburg (Oregon) em 1 de outubro, quando o estudante de 26 anos Chris Harper Mercer matou a tiro nove pessoas, estudantes e funcionários do colégio Umpqua. 

Em 17 de junho na cidade de Charleston (na Carolina do Sul) os paroquianos da Emanuel African Methodist Episcopal Church (Igreja Episcopal Metodista Africana) tornaram-se vítimas de outro tiroteio, nove fiéis perderam a vida.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала