Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Relações entre Teerã e Moscou são uma 'parceria benéfica para ambas as partes'

© Sputnik / Sergey Guneev / Abrir o banco de imagensPresidente da Rússia com o seu homólogo iraniano Hassan Rouhani
Presidente da Rússia com o seu homólogo iraniano Hassan Rouhani - Sputnik Brasil
Nos siga no
A intenção da Rússia de conceder um empréstimo de 2,5 bilhões de euros para o Irã indica que mesmo as sanções antirrussas não conseguem impedir Moscou de expandir as suas relações económicas com o seu parceiro do sul, afirma Omid Shokri Kalehsar, um especialista em energia iraniano, em declarações à Sputnik.

Mehdi Sanaei, embaixador da República Islâmica do Irã na Rússia - Sputnik Brasil
Teerã espera que bancos russos e iranianos comecem a cooperar em breve
Em entrevista com a Sputnik, Omid Shokri Kalehsar elogiou a Rússia por conceder ao Irã um empréstimo de 2,5 mil milhões de euros, que segundo ele reflete a vontade de Moscou de reforçar as relações econômicas com Teerã, frente às sanções antirrussas.

A entrevista foi publicada poucos dias depois de o vice-ministro das Finanças da Rússia Sergei Storchak ter dito que Moscou está pronto para emprestar a Teerã até 2,5 bilhões de euros para projetos de infraestrutura.

Kalehsar destacou que Moscou está atualmente construindo uma ponte para ligar a Península da Crimeia com a Rússia continental, um projeto de 4,5 bilhões de dólares, que está sendo implementado não obstante as sanções que a UE, os EUA e outros países impuseram à Rússia.

"Mas, apesar disso, a Rússia está pronta para tomar as decisões mais difíceis e importantes, incluindo no que se refere à questão da concessão de um grande empréstimo ao Irã. Em qualquer caso, tudo é baseado em uma parceria benéfica para ambas as partes", disse Kalehsar.

Ele acrescentou que o crédito de 2,5 bilhões de euros é um sinal de que a Rússia e o Irã pretendem desenvolver os seus laços económicos.

"Muitos gigantes energéticos russos, como a Lukoil, Gazprom e Rosatom estão retornando ao mercado iraniano para prosseguir a cooperação bilateral no sector da energia. Neste momento, os lados estão negociando uma série de novos grandes contratos", disse ele.

Kalehsar também apontou o fato de que mesmo as sanções internacionais contra Teerã não conseguiram impedir a Rússia e o Irã de desenvolverem uma plena parceria económica.

Central nuclear em Busher, Irã - Sputnik Brasil
Estatal russa pretende começar construção de usina nuclear no Irã em 2016
Grandes empresas russas que, na época, estiveram envolvidas na implementação de projetos de grande escala no setor energético do Irã fizeram o seu melhor para cumprir as suas promessas e executar a infraestrutura dos projetos, considera Kalehsar.

Desde 2014, a União Europeia, os Estados Unidos e seus aliados impuseram sanções contra a Rússia e acusaram o Kremlin de interferir no conflito da Ucrânia — algo que Moscou tinha negado repetidamente.

No fim deste junho, os líderes da UE vão negociar o possível prolongamento das sanções na cúpula em Bruxelas.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала