Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Diploma universitário de Erdogan pode ser falso

© REUTERS / Christian HartmannRecep Tayyip Erdogan, presidente da Turquia
Recep Tayyip Erdogan, presidente da Turquia - Sputnik Brasil
Nos siga no
Ex-procurador turco pretende comprovar que o diploma universitário do Presidente Erdogan foi falsificado.

Bashar al-Assad, presidente da Síria - Sputnik Brasil
Assad: regime de Erdogan é fascista
O ex-presidente da Associação de Juízes e Procuradores Omer Faruk Eminagaoglu apresentou uma denúncia contra Recep Tayyip Erdogan junto à Procuradoria de Ancara e o alto conselho eleitoral, pedindo uma investigação judicial.

Se for comprovado que o líder do país não completou o ensino superior, a presidência de Erdogan perderá sua legitimidade, já que a legislação turca exige que o presidente tenha diploma universitário.

A denúncia do ex-procurador vem acompanhada de documentos e artigos publicados que, segundo o jurista, “suspeitosamente se contradizem.”

“Por enquanto, temos três documentos. O diploma, uma cópia do diploma e o certificado emitido após este ser registrado. Entre esses três documentos há contradições que levantam suspeitas. Insistimos em pedir que o caso seja investigado”, disse à Sputnik.

De acordo com as fontes oficiais, Erdogan se formou em 1981 na Faculdade de Ciências Econômicas e Administração da Universidade de Marmara, em Istambul. 

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала