Governo francês não pode ignorar posição do seu parlamento em relação à Rússia

© AFP 2022 / Thomas SamsonO primeiro-ministro francês Manuel Valls na Assembleia Nacional da França
O primeiro-ministro francês Manuel Valls na Assembleia Nacional da França - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
As autoridades da França não podem evitar a opinião do seu parlamento, disse o presidente da Duma de Estado russa (câmara baixa), Sergei Naryshkin, comentando a resolução sobre a atenuação de sanções antirussas, adotada nesta quarta-feira (8) por maioria de votos dos senadores franceses.

Senado da França - Sputnik Brasil
Senado francês pede atenuação das sanções contra a Rússia
Ele sublinhou que a resolução do Senado tem um caráter de recomendação, mas “o governo não pode ignorar a opinião dos parlamentares”.

“Claro, eu considero esta decisão positiva. Ontem, durante o discurso na sessão plenária na Duma de Estado, eu disse que a oposição à demagogia antirussa, à russofobia, está crescendo entre os políticos europeus e legisladores. A decisão do Senado francês é um exemplo desta tendência”, disse Naryshkin.

Os senadores franceses votaram a favor da resolução, com apenas 16 votos contra a iniciativa. O documento, proposto pela oposição, pede para que o governo da França não apoie o prolongamento das sanções europeias contra Moscou. Embora a resolução não seja juridicamente vinculativa, será enviada ao governo para consideração.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала