Pego no flagra: agente português acusado de jogo duplo

© flickr.com / Philippe Putagente do Serviço de Informações de Segurança (SIS)
agente do Serviço de Informações de Segurança (SIS) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O membro do Serviço de Informações de Segurança (SIS) foi detido em Roma sob acusação de venda de informação secreta da OTAN a um oficial da inteligência da Rússia, informa o jornal inglês The Telegraph.

O agente Frederico Carvalhão, que pode ser um agente duplo, era um dos membros do SIS que se ocupava de questões de segurança interna e da luta com o terrorismo.

Roma, Itália - Sputnik Brasil
Embaixada da Rússia não comenta detenção de espião em Roma
Foi divulgado que Carvalhão tinha visitado várias capitais europeias em que ele se encontrava com agentes russos. Ele estava sob vigilância do SIS desde o ano de 2014.

Carvalhão foi detido, bem como o seu interlocutor russo, no dia 21 de maio na cidade de Roma por agentes da Eurojust (um organismo que ajuda o Serviço Europeu de Polícia) e por agentes dos serviços secretos da Itália no momento em que o agente português tentava vender a informação secreta para o russo.

Escutas telefônicas - Sputnik Brasil
Autoridades portuguesas aguardam por espião Frederico Carvalhão Gil
Segundo a informação do jornal português Diário de Notícias, os homens foram pegos no flagra. Os documentos, que deveriam ser vendidos, foram também confiscados durante a detenção.

Depois da detenção, na casa de Carvalhão foram realizadas buscas, como resultado das quais foi determinado que Carvalhão tinha começado a contatar com o agente russo há pelo menos dois anos.  Segundo a informação do jornal português, o interlocutor de Carvalhão não era funcionário da embaixada russa e não possuiu imunidade diplomática. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала