Coreia do Norte retoma produção de plutônio combustível

© US Department of Energyplutônio
plutônio - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Coreia do Norte retomou a produção do plutônio combustível, informa a agência Reuters citando um alto representante do Departamento de Estado dos EUA.

Na véspera, o diretor-geral da Agência Mundial de Energia Atômica (AIEA), Yukiya Amano, informou que a Coreia do Norte reativou um reator de 5 megawatts do Centro de Pesquisa Científica Nuclear de Yongbyon. Ele lembrou que os inspetores da AIEA estiveram na Coreia do Norte pela última vez em 2009, e que desde então a agência é capaz de monitorar o programa nuclear daquele país somente a distância.

"Tudo o que acontece na Coreia do Norte causa preocupação. Eles pegam o combustível nuclear usado do reator de cinco megawatts em Yongbyon, resfriam ele e, em seguida, o colocam numa unidade de processamento. É ali que eles obtiveram o plutônio para a realização dos testes nucleares precedentes. Dessa forma, eles repetem o processo" – revelou o funcionário do governo dos EUA.

Líder norte-coreano Kim Jong Un em Pyongyang (dezembro de 2015) - Sputnik Brasil
Moscou acusa Coreia do Norte de violar resoluções com novo teste (fracassado) de míssil
A tensão na península se intensificou no início do ano, depois que Pyongyang anunciou ter realizado o lançamento de um foguete equipado com satélite. O evento foi considerado pela comunidade internacional como um teste velado de mísseis balísticos.

Em resposta a isso, para reprimir o programa nuclear norte-coreano, o Conselho de Segurança da ONU aprovou uma resolução aumentando o isolamento econômico do país asiático. A medida, no entanto, provocou uma escalação ainda maior das tensões, com o líder coreano Kim Jong-un ordenando preparativos para novos testes de mísseis e foguetes, sob o pretexto de aumentar a segurança contra a agressão de inimigos.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала