'OTAN não está pronta para abrir mão da expansão militar e melhorar relações com a Rússia'

© AP Photo / Virginia MayoJens Stoltenberg, secretário-geral da OTAN
Jens Stoltenberg, secretário-geral da OTAN - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Bastaria que a OTAN abrisse mão de sua expansão militar próximo das fronteiras russas para que a cooperação com Moscou fosse restabelecida, declarou representante permanente da Rússia na OTAN Aleksandr Grushko.

"Se a OTAN abrisse mão de seu planejamento militar, hostil à Rússia, então, provavelmente, poderiam acontecer negociações mais sérias e conversas sobre como nós poderiam organizar em conjunto o nosso mútuo espaço europeu de segurança e, a partir disso, poderíamos pensar em como unir nossos esforços para desviar ameaças e riscos externos, que se tornam cada mais presentes" – disse Grushko em entrevista ao canal de televisão russo Rossiya-24.

Bandeiras da OTAN e da Ucrânia - Sputnik Brasil
Programas militares entre países da OTAN e Ucrânia preocupam Rússia
O enviado russo destacou, no entanto, que "por enquanto isso não acontece". "E eu não sei quando a OTAN ficará pronta para uma tal guinada", disse Grushko, acrescentando que a suposta ameaça russa não passa de um mito para a OTAN.

"Todos esses joguinhos ameaçados da OTAN precisam acabam mais cedo ou mais tarde" – concluiu o diplomata.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала