Sessão da OEA é suspensa a pedido da Venezuela

© flickr.com / Joseph RemedorBandeira da Venezuela
Bandeira da Venezuela - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A sessão extraordinária do Conselho Permanente da OEA foi suspensa poucos minutos depois de seu início, em Washington, quando o embaixador da Venezuela pediu o cancelamento da reunião ao se constatar o choque de convocatórias distintas, uma do governo de Caracas e outra de um grupo de países.

Luis Almagro, secretário-geral da OEA - Sputnik Brasil
OEA ameaça Venezuela de suspensão
"A posição da Venezuela é clara: nós solicitamos a convocatória que não foi circulada até o dia de hoje. Nós pedimos que se suspenda esse conselho e haja outro, com base na convocatória feita pela Venezuela", disse o embaixador de Caracas na OEA, Bernardo Álvarez. 

Duas convocatórias do Conselho Permanente se chocaram nesta quarta-feira na OEA, uma feita pela Argentina e co-patrocinada pelas delegações de Barbados, Estados Unidos, Honduras, México e Peru, e outra realizada por Caracas. 

A postura da Venezuela foi apoiada por representantes de Bolívia e Nicarágua. 

"É inaudito, inadmissível, que países terceiros convoquem a discutir assuntos internos de outro país", afirmou o embaixador nicaraguense Denis Ronaldo Moncada. 

O diplomata disse que o seu país apoia a realização de "uma nova convocatória, solicitada pela Venezuela, que é o país afetado".

Por sua vez, o embaixador boliviano Diego Pary Rodríguez também destacou que o seu país apoia a postura de cancelar o conselho para se realizar outro, de acordo com a convocatória de Caracas.

"Lamentamos que a solicitação da Venezuela não tenha sido convocada", afirmou. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала