- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Gravação de Sérgio Machado provoca saída de mais um ministro do governo Temer

© Antonio Cruz/ Agência BrasilServidores da extinta Controladoria-Geral da União (CGU) pedem a saída de Fabiano Silveira
Servidores da extinta Controladoria-Geral da União (CGU) pedem a saída de Fabiano Silveira - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O ministro da Transparência, Fiscalização e Controle, Fabiano Silveira, pediu na noite desta segunda-feira (30) ao presidente interino Michel Temer a sua demissão do cargo. A informação foi confirmada pelo Palácio do Planalto.

De acordo com a assessoria de imprensa da Presidência, Silveira ainda não chegou a entregar uma carta de demissão a Temer, tendo solicitado sua renúncia apenas verbalmente, por telefone. Sabe-se, no entanto, que o presidente interino não se opôs à saída de Silveira.

Fabiano Silveira, ministro de Fiscalização, Transparência e Controle - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Temer mantém ministro da Transparência, apesar da gravação de Sérgio Machado
A renúncia foi provocada pela divulgação, no final de semana, de novas gravações feitas pelo ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, com Silveira e mais o presidente do Senado, Renan Calheiros, e alguns outros políticos. As gravações foram efetuadas em fevereiro, época em que Fabiano Silveira ocupava o cargo de conselheiro do Conselho Nacional de Justiça.

O conteúdo das gravações revela Silveira orientando qual deveria ser o comportamento de políticos investigados na Operação Lava Jato, diante da Polícia Federal, do Ministério Público Federal e principalmente diante do procurador-geral de Justiça, Rodrigo Janot.

Diante destas informações, desde a manhã de hoje, protestos organizados pelos servidores da antiga Controladoria-Geral da União (CGU) foram feitos em Brasília, incluindo um ato em frente ao Planalto e entrega de cargos por parte dos funcionários, que também fizeram uma lavagem das escadas em frente à entrada do ministério.

Os servidores pediam o retorno do nome anterior da pasta: Controladoria-Geral da União (CGU), e também exibiam faixas com os seguintes dizeres: "Combate à corrupção já tem nome. CGU", "Fortalecer sim, extinguir jamais" e "Tirem as mãos da CGU".

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала