Rússia inventa aquecedor de plasma para reator termonuclear internacional

© Sputnik / STR / Abrir o banco de imagensBaikonur
Baikonur - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Rússia desenvolveu um dispositivo para aquecer o plasma para o ITER (International Thermonuclear Experimental Reactor), um projeto de reator experimental termonuclear, disse o vice-diretor da gestão de inovações da corporação estatal Rosatom Oleg Patarakin.

O ITER está sendo construído no centro de pesquisas Cadarache, no sul da França. Esta é a primeira tentativa em grande escala de utilizar a reação termonuclear para gerar eletricidade.

"Na Rússia são desenvolvidos, se não os melhores, mas uns dos melhores gyrotrones do mundo — dispositivos de aquecimento de plasma. Só na Rússia e no Japão há estes dispositivos, e os dois países estão prontos fornecer regularmente este equipamento para o programa ITER", disse Patarakin na VIII Fórum Internacional ATOMEXPO.

Plasma - Sputnik Brasil
Rússia inventa novo tipo de motor de plasma para foguetes
O ITER (International Thermonuclear Experimental Reactor) foi construído conjuntamente com a União Europeia, Rússia, China, Índia, Japão, Coreia do Sul e os Estados Unidos. Esta será a primeira tentativa em larga escala de utilizar as reações termonucleares (que ocorrem, em particular, no sol e são o resultado da fusão de núcleos de hidrogénio) para gerar eletricidade. Se o projeto for bem sucedido, ele dará a humanidade uma fonte de energia quase inesgotável.

O acordo sobre a criação da instalação ITER foi assinado em 2006. Os países europeus contribuem com 50% do financiamento. A Rússia é responsável por cerca de 10% do valor total, que será investido em forma de equipamento de alta tecnologia.

O parceiro informacional do Fórum ATOMEXPO é a agência de notícias RIA Novosti (que pertence à Rossiya Segodnya).

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала