Mendoza: ‘Conseguimos fazer da esquerda uma força notável no Peru’

© REUTERS / Janine CostaPeru's presidential candidate Veronika Mendoza addresses supporters at her campaign headquarters at the end of the first round of Peru's presidential election in Cuzco, Peru
Peru's presidential candidate Veronika Mendoza addresses supporters at her campaign headquarters at the end of the first round of Peru's presidential election in Cuzco, Peru - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Verónika Mendoza, líder do partido peruano Frente Ampla, falou com exclusividade à Sputnik sobre o resultado do primeiro turno das eleições presidenciais no país.

Bandera del Perú - Sputnik Brasil
Peru aprova lei para exumar desaparecidos
Apesar de não haver passado ao segundo turno das eleicões presidenciais, a candidata declarou estar bastante satisfeita com o resultado alcançado nas urnas. Segundo Mendoza, sua participação permitiu posicionar um projeto político de esquerda como “segunda força política” no país e com “enormes perspectivas de consolidação e crescimento”.

Além disso, a líder de esquerda afirmou que com sua candidatura, foi possível “apresentar uma agenda de mudanças” sobre vários temas, como a reforma do sistema político-eleitoral no Peru, a luta contra a corrupção, o exercício da soberania sobre os recursos do país e o reconhecimento da diversidade cultural peruana, entre outras coisas.

A candidata viajou a diversas capitais latino-americanas para conversar com representantes de partidos políticos de esquerda, com o objetivo de ter “vínculos e pontes” com outras forças políticas progressistas de esquerda do continente para “contribuir na geração de um processo de integração” e “responder ao avanço conservador de direita” na região.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала