Senador americano: Ancara e Riad querem ingerência em futuro governo sírio

© REUTERS / Omar SanadikiPeople walk near a Syrian national flag at the President bridge in Damascus
People walk near a Syrian national flag at the President bridge in Damascus - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Arábia Saudita e Turquia podem influenciar nas candidaturas para o governo de transição da Síria, advertiu o senador do estado americano da Virginia, Richard Black, em entrevista à Sputnik.

Soldados do Exército governamental e milícias da Síria nos arredores de Al Qaryatayn, na província de Homs, Síria, 3 de abril de 2016 - Sputnik Brasil
ONU: 600 mil civis vivem sitiados na Síria
Na última quinta-feira, os representantes do grupo de oposição formado em Moscou e no Cairo sugeriram que o futuro órgão de transição do país árabe tenha cinco vice-presidentes.

Black, que recentemente se reuniu com o presidente sírio, Bashar Assad, explicou que Arábia Saudita e Turquia querem nomear dois desses cinco vice-presidentes.

“Arábia Saudita e Turquia buscam uma maneira de anunciar que querem escolher dois vice-presidentes para a Síria”, disse Black. O senador também ressaltou que isso “truncaria o direito de escolha” do povo sírio.

O senador americano chamou de terroristas os “indivíduos” que apoiam esses dois países e lhes responsabilizou pelas “recentes atanças de civis sírios durante a trégua”.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала