Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Marine americano confessa ter estuprado japonesa perto de base militar

© REUTERS / KyodoSoldados da Força de Auto-Defesa do Japão participam da cerimónia de abertura da nova base militar na ilha Yonaguni na prefeitura de Okinawa, Japão, 28 de março de 2016
Soldados da Força de Auto-Defesa do Japão participam da cerimónia de abertura da nova base militar na ilha Yonaguni na prefeitura de Okinawa, Japão, 28 de março de 2016 - Sputnik Brasil
Nos siga no
O soldado da infantaria da marinha norte-americana, Justin Castellanos, confessou ter agredido sexualmente uma turista de Fukuoka em Okinawa, província japonesa onde fica a base militar estadunidense de Kadena.

Uma manifestante contra a base aérea militar dos EUA em Okinawa, Japão - Sputnik Brasil
Manifestante: ‘Enquanto houver bases americanas, isso vai se repetir’
Na primeira sessão do processo jurídico, o soldado disse que tinha encontrado a vítima dormindo em um corredor do hotel e a trouxe para o seu quarto, onde o crime foi cometido.

“Ela estava dormindo no corredor. Eu a cutuquei, ela não se acordou, então eu tive o desejo de estuprá-la”, assim a agência Kyodo News cita as palavras de Justin Castellanos.

O caso está sendo transitado no tribunal durante os protestos dos habitantes de Okinawa contra a presença militar norte-americana. As manifestações renovaram após a morte violenta de uma jovem japonesa que desaparecera em 28 de abril. Um oficial da base de Kadena foi acusado do crime.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала