Pobres e sem educação: Os russos que se juntam ao Daesh

© Foto / Youtube/PressTV DocumentariesMilitantes do grupo terrorista Daesh (proibida na Rússia) no Afeganistão
Militantes do grupo terrorista Daesh (proibida na Rússia) no Afeganistão - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Cerca de 3 mil russos se juntaram aos grupos terroristas no estrangeiro, afirma o chefe do Comitê Antiterrorista Nacional da Rússia (CAN), Yevgeny Ilyin.

Curdos com bandeiras do PKK em Istambul, Turquia - Sputnik Brasil
Professor britânico é acusado de fazer propaganda terrorista na Turquia
As pessoas que se deixam recrutar pelos terroristas vêm, principalmente, da região russa de Cáucaso do Norte, disse Ilyin, acrescentado que essas pessoas são, na sua maioria, pobres, menores de 30 anos e sem educação superior.

“Hoje temos a informação sobre cerca de 3 mil russos que partilham das visões de terroristas e deixaram o país para participar de atividades de grupos terroristas”, disse ele, falando no Fórum Antiterrorista na cidade russa de Krasnoyarsk.

Militante do grupo terrorista Estado Islâmico - Sputnik Brasil
Terrorista-recrutador foi detido em Moscou
O evento, que começou hoje e dura até 27 de maio, apresenta produtos industriais usados para fins de segurança, prevenção de incêndios e defesa, peritagem criminal e em caso de emergência. O fórum conta com a presença do CAN e de representantes dos serviços especiais de toda a Rússia.

As rotas de viagem dos recrutados passam principalmente através do Azerbaijão, Bielorrússia e Ucrânia, de acordo com a informação do chefe do comité.

A Rússia, bem como outros países, é exposta ao risco de se tornar um dos centros de recrutamento para os islamistas radicais. O Ministério do Interior da Rússia comunicava no ano passado que cerca de 2 mil de russos foram envolvidos nas atividades do grupo terrorista Daesh, que é proibido na Rússia.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала