Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Justiça sueca se recusa a revogar ordem de prisão contra Assange

© AFP 2021 / John Stillwell Julian Assange, fundador do WikiLeaks.
Julian Assange, fundador do WikiLeaks. - Sputnik Brasil
Nos siga no
A justiça sueca se recusou a revogar a ordem de prisão contra o fundador do WikiLeaks, Julian Assange, segundo informa o jornal sueco "Expressen" nesta quarta-feira (25), citando uma declaração do tribunal responsável.

A equipe de advogados do jornalista australiano planeja apelar da decisão.

Fundador do Wikileaks, Julian Assange, na varanda da Embaixada do Equador - Sputnik Brasil
Assange considera decisão da ONU uma vitória histórica
Julian Assange, 44 anos, é procurado pelas autoridades suecas para ser interrogado na qualidade de réu pelo suposto estupro de duas mulheres em 2010. Ambas relataram que fizeram sexo com o ativista — fatos que ele confirma –, mas que as relações foram consentidas apenas até um determinado momento. Assange nega as acusações. 

Na época, o australiano viajou para Londres e acabou sendo detido por nove dias. Em maio de 2012, a Suprema Corte do Reino Unido determinou que ele fosse extraditado para a Suécia, de onde Assange temia ser extraditado para os EUA e condenado à morte pela publicação de documentos secretos do governo norte-americano.

Três meses depois, o ativista conseguiu asilo político na embaixada do Equador em Londres, onde permanece até hoje.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала