Cúpula Humanitária em Istambul reúne 50 líderes mundiais

© Sputnik / Ruslan Krivobok / Abrir o banco de imagensVista da Mesquita Azul no Estreito de Bósforo, em Istambul
Vista da Mesquita Azul no Estreito de Bósforo, em Istambul - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Istambul recebe nesta segunda e terça-feira, 23 e 24 de maio, a 1ª Cúpula Humanitária Mundial (WHS) da ONU para tratar dos principais desafios mundiais e das respostas às crises. Mais de 50 líderes mundiais dos quatro continentes e mais 5 mil intervenientes participam do encontro, informou Agência Brasil.

Presidente da Rússia Vladimir Putin - Sputnik Brasil
Porta-voz descarta presença de Putin na Cúpula Mundial da Ajuda Humanitária
Às margens do evento, a chanceler alemã, Angela Merkel, deverá se reunir com o novo primeiro-ministro turco, Binali Yildirim. Entre outros contatos bilaterais, à margem da cúpula, está confirmado um encontro entre o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, e o primeiro-ministro da Grécia, Alexis Tsipras.

O principal programa da cúpula inclui sete mesas-redondas temáticas, com a participação dos líderes mundiais, baseadas em um relatório do secretário-geral da ONU sobre o atual “estado do mundo”. Numa sessão plenária vão ser apresentadas as linhas de ação e os compromissos concretos comuns, com o objetivo de garantir a Agenda para a Humanidade 2030 e outros objetivos.

Os participantes da mesas redondas discutirão prevenção e o fim de conflitos, o respeito pelas leis da guerra, nova abordagem à crise de refugiados e deslocados, ações catalisadoras para garantir a igualdade de gênero, a resposta aos desastres naturais e alterações climáticas, as formas de “mudar a vida das pessoas” e os meios de promover um “investimento humanitário” sustentado.

A União Europeia já anunciou que vai pedir, durante a cúpula, a criação de uma parceria global destinada a melhorar a eficácia do sistema de ajuda humanitária.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала