- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Funcionários protestam contra nomeação de novo presidente da EBC

© Jornalistas LivresTrabalhadores da EBC protestam contra medidas arbitrárias
Trabalhadores da EBC protestam contra medidas arbitrárias - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Funcionários da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) protestaram na noite nesta sexta-feira (20), em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília, contra a nomeação do jornalista Laerte Rimoli como novo presidente da EBC.

A nomeação de Laerte Rimoli pelo governo do presidente interino Michel Temer foi publicada hoje no Diário Oficial da União. A atitude, no entanto, foi duramente criticada e chamada de arbitrariedade, uma vez que o jornalista Ricardo Melo, presidente da EBC até quinta-feira (19), tinha o mandato de quatro anos garantido pela lei que criou a EBC.

comunicação pública - Sputnik Brasil
Governo tenta mudar comando da EBC, responsável pela comunicação pública no país
Segundo informou a agência Jornalistas Livres, os funcionários da EBC têm um receio muito grande de que o projeto da Empresa seja extinto ou muito prejudicado pela nova diretoria.

“O papel dos veículos de comunicação pública é dar voz aos seguimentos que não encontram voz nos veículos de comunicação privada” – explicou Rita Freire, presidenta do Conselho Curador da Empresa Brasil de Comunicação.

“O conselho curador está aguardando posição da Justiça, estamos numa situação atípica de uma exoneração questionada no Supremo e uma nomeação no Diário Oficial que ja está na empresa, assumindo a gestão, tomando medidas. Essa situação é de um impacto muito grande para a vida dos trabalhadores da EBC” – alertou Rita Freire.

Ainda de acordo com Jornalistas Livres, Rimoli assumiu a empresa dizendo que estava devolvendo a EBC à sociedade, sugerindo que a organização estivesse aparelhada pelo governo de Dilma Rousseff.

“Nós vamos devolver esta empresa para a sociedade brasileira e vamos fazer o básico, que é jornalismo. Jornalismo como nós todos conhecemos, arroz com feijão. A empresa não pode servir a outros propósitos que não seja o propósito da informação” – disse Rimoli.

Laerte Rimoli era assessor da secretaria de comunicação na Câmara dos Deputados – e portanto trabalhava muito próximo a Eduardo Cunha, presidente afastado da Câmara – e também coordenou a equipe de comunicação da campanha de Aécio Neves à Presidência, em 2014.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала