Daesh no Iraque obriga homens a deixar crescer barba

© AP Photo / BASSEM TELLAWIBarbeiro na cidade de Damasco, Síria
Barbeiro na cidade de Damasco, Síria - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A assim chamada polícia da moralidade islâmica do grupo terrorista Daesh força os homens nas cidades iraquianas a deixar crescer a barba.

Pregadores, especialmente treinados pelo Daesh, organizavam nas ruas palestras para que os homens não fizessem a barba, dizendo que "ao se barbear, um homem… se torna uma mulher." 

Um dos moradores da cidade de Mossul que fugiu da cidade contou à agência Sputnik por que razão os homens eram forçados de deixar a barba crescer.

"Quando todos os homens andam de barbas e calças curtas, os militantes podem facilmente misturar-se com a população civil", disse um morador.

Corrupção terrorista: Pagar para sair do Daesh (ou não) - Sputnik Brasil
Qual será o preço de fugir
De acordo com ele, as pessoas que não obedecem às ordens do Daesh são submetidas a punições corporais ou são presas até três semanas, o período suficiente para a barba crescer. Os homens também tinham que cortar as calças como os militantes de Daesh usam.

Os militantes prenderam os homens barbeados e os levaram aos tribunais islâmicos. Às vezes um homem consegue “se livrar” pagando somente uma multa, que varia de US$ 20 a 400 (cerca de R$70-1400).

Outro morador que fugiu de Fallujah contou à Sputnik que, na cidade, dois rapazes foram publicamente alvo de punição corporal por fazerem a barba.

"Um juiz local do Daesh obrigou um homem a pagar uma multa de US$ 400 por este se barbear. Na cidade de Sabaa Nisan foram presas 15 pessoas e levadas em direção desconhecida porque vestiram calças compridas e não tinham barba", afirmou um residente de Fallujah.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала